fbpx

Black Friday: como usar essa data na divulgação do seu evento

O fim do ano chega, e termos como “natal”, “ano novo” e “black friday” começam a pipocar na boca das pessoas sem parar.

Então, para não perdermos o costume, falaremos hoje um pouco sobre um dos dias mais rentáveis atualmente: a black friday, e como utilizá-la na organização de seus eventos de forma estratégica.

Então abra o bloco de notas, e vamos para o conteúdo.

black-friday

Origem Black Friday

Antes de abordar o tema que abrange a black friday e o mercado de eventos, vamos primeiramente, falar um pouco sobre a origem da black friday. Afinal de contas, essa é a melhor maneira de entendermos sobre um assunto de uma maneira ampla.

Como sabemos, ela surgiu nos EUA, sendo realizada sempre na última sexta-feira de novembro. A data começou a ser comemorada como referência ao Dia de Ação de Graças, que ocorre em toda última quinta-feira do mês.

Se traduzirmos o termo, teríamos algo como “sexta-feira preta”, ou “sexta-feira negra” em português, e há indícios de que o termo foi desenvolvido nos anos 90 na Filadélfia, quando policiais falavam “mal” de todo o tumulto e trânsito que se formavam nas ruas da cidade por conta do natal que estava chegando, e da data de ação de graças que havia passado.

Mas se popularizou de verdade na América por volta de 1975, quando até jornais da região começaram a utilizar o mesmo termo se referindo à loucura que os centros das cidades carregavam nesta data.

Não demorou muito para todos os varejistas começarem a usar essa expressão, que até então simbolizava a “muvuca” antes do natal, como algo positivo, onde acabavam com os estoques batendo recordes de venda.

Foi aí que nasceu a vontade das promoções, pois as pessoas já estavam acostumadas a gastar mais do que o normal nessa data, popularizando essa data em todo o mundo.

A data chegou no Brasil em novembro de 2010, 100% online, e com o passar do tempo, foi se instaurando em nossa cultura também.

Vantagens da Black Friday

A lista de benefícios que a Black Friday oferece toca ambos os lados, seja o consumidor ou a empresa que está fornecendo o produto ou serviço.

Afinal de contas, se isso fosse uma inverdade, essa data não teria durado tanto, e também não seria o sucesso que é.

Para o comerciante, lojista e dono de negócio, a maior vantagem é que as pessoas estão mais abertas e dispostas ao consumo nessa data.

Aqueles que estudam vendas e marketing, já sabem que as pessoas em sua maioria amam comprar coisas, mas não gostam que vendam para elas.

Imagine a seguinte cena: você está andando pelos corredores de um shopping em direção a praça de alimentação, pois você está apenas com fome. E se depara ao longo do caminho com dezenas de vendedores pendurados nas fachadas de suas lojas, não muito diferente de piratas em cordas na lateral de um navio antes de um conflito, caçando o seu olhar com uma expectativa e entusiasmo, e você evita olhá-los, pois sabe que na primeira chance, será convidado a entrar para “conhecer” um pouco mais da loja.

Brincadeiras à parte, sabemos que nem sempre funciona assim e exageramos um pouco.

Mas esse exemplo que demos foi para ilustrar como não gostamos de ver vendedores nos convencendo de algo.

O que o ser humano mais ama, é o fato de comprar algo pelo livre arbítrio, por sua total e espontânea vontade.

Quem trabalha com vendas, sabe que o maior trabalho é não soar (e ser) aquele vendedor chato.

E isso na Black Friday, é uma barreira que não existe.

Por algum motivo as pessoas querem comprar, seja do melhor amigo, ou do vendedor que puxa todo mundo que passa na frente da loja para dentro.

E isso é uma benção para as empresas que buscam aumentar o faturamento.

E quando nos colocamos no lugar do consumidor, os benefícios são tão bons quanto para a empresa, porém com algumas ressalvas.

Infelizmente, algumas empresas criaram o péssimo hábito no Brasil de criar promoções fakes. Ou seja, algumas semanas antes da Black Friday, elas aumentam exageradamente os preços de seus produtos, para que quando a data chegue, elas possam dizer que estão aplicando um mega desconto.

Muitas empresas já foram punidas por criarem essas promoções mentirosas.

Mas ainda bem que existem ferramentas que mostram todo o histórico de preço para que o consumidor descubra se o desconto é verdadeiro ou não.

E quando o consumidor encontra aquela promoção, que realmente faz a diferença, ele tem motivos o bastante para comemorar e agradecer pela data!

Como a Black Friday afeta o mercado de eventos

Como vimos, a Black Friday beneficia todos os envolvidos, quando as regras são seguidas.

E isso também se aplica ao mercado de eventos.

Quando o produtor do evento entende os benefícios da data, e decide criar campanhas específicas, oferecer kits, bônus e itens exclusivos, ele acaba criando de maneira automática um mecanismo de escassez, garantindo o aumento das vendas de final de ano.

Sem contar que essa estratégia de marketing pode atrair novos clientes qualificados que irão se fidelizar ao evento, aumentando consideravelmente o retorno financeiro do mesmo.

E assim como aderir à Black Friday pode atrair novos clientes, aqueles que estão indecisos terão um novo e convincente motivo para escolherem comprar os ingressos do evento em questão.

E tudo isso que estamos falando, se relaciona 100% com os próximos parágrafos, onde explicaremos de uma maneira resumida (e clara) como aplicar seu evento nos costumes americanos como a Black Friday.

5 passos para utilizar bem essa data na organização de seu evento

Planeje

Quando falamos sobre planejamento na Black Friday, estamos nos referindo 100% aos seus objetivos com a data em questão.

Sejam esses benefícios financeiros ou métricas específicas. Você pode colocar como meta, por exemplo:

  • Vender 70% dos ingressos;
  • Aumentar em 35% a venda comparada ao mês anterior;
  • Ter 3000 pessoas confirmadas no evento;
  • E por aí vai.

De qualquer forma, sua meta deve ser clara, metrificável, atingível, concreta, específica e mensurável.

Qualquer coisa que inclua uma possível promoção, comunicação por meio das redes sociais, expositores e influencers envolvidos, podem justificar suas metas estabelecidas.

Para ter suas metas claras em mente, nós da euVou oferecemos alguns materiais gratuitos que podem te ajudar na definição e execução de tais processos para que seus objetivos sejam alcançados. Para isso, clique aqui, e conheça esses materiais.

Defina a promoção

A Black Friday não é conhecida pelos descontos de 7%, ok?

Muito pelo contrário, os descontos beiram os 90% e 70%.

Ou seja, o foco da Black Friday no mercado de eventos é oferecer benefícios que deixem as pessoas de boca aberta, desacreditadas do que estão vendo.

Seu objetivo é fazer com que a pessoa pense:

“Impossível! Não posso de jeito nenhum perder essa oportunidade. EU ESTAREI NESSE EVENTO!”

Se a pessoa sentir que está perdendo algo por não participar do seu evento, saiba que você ofereceu a promoção certa.

Pense no que pode causar esse efeito, e mão na massa.

Foque na divulgação

Quando falamos de divulgação em eventos, devemos deixar claro que é um assunto muito amplo e variado, inclusive, já escrevemos vários artigos só sobre o tema.

Por isso queremos nos conter, por hora, somente na questão Black Friday.

Essa é uma das outras vantagens de aderir a Black Friday. Pois as pessoas já esperam e procuram por isso, logo, você não terá muitas dores de cabeça na hora da divulgação. Pois uma promoção de Black Friday é muito mais comentada e interessante do que uma do dia da Terra, concorda?

Deixar claro nas suas redes sociais desde a segunda semana de novembro, criar campanhas, utilizar o tráfego pago, fazer parcerias com influencers e outras marcas, é uma ótima maneira de divulgar seu evento nesse momento.

Dê uma olhada nos artigos que falamos sobre marketing para eventos, temos certeza que entenderá de uma maneira mais concisa tudo que pode ter em mãos na hora da divulgação.

Estude as campanhas

Marketing é teste, e os testes de marketing pedem acompanhamento.

Isso significa, que enquanto estiver com as campanhas de Black Friday de seu evento rodando, você deve se atentar se está tudo de acordo e ocorrendo bem, para que as metas estabelecidas sejam de fato atingidas.

Percebeu que estão longe de serem alcançadas? Refaça o processo: planeje, crie novas promoções junto com uma nova divulgação.

Sabemos que a Black Friday ocorre em um só dia, mas você pode ir testando suas promoções com campanhas experimentais sob a bandeira da Black November, que nada mais é do que isso, a preparação para a Black Friday durante todo o mês de novembro.

Otimização

Feito todos os passos anteriores, você terá em mãos alguns resultados, como:

  • Promoções que funcionam e que não funcionam;
  • Preços que atraem de verdade;
  • Público alvo muito claro e definido.

Com isso, você poderá realizar a campanha completa para a verdadeira Black Friday, e poderá usufruir de todos os benefícios ao aplicar essas promoções no seu evento.

Para finalizar…

Tudo certo agora para organizar um evento e explodir suas vendas durante a Black Friday? Se sim, é mais do que sua obrigação conhecer a euVou.

A melhor plataforma para organizadores de eventos do Brasil, onde você tem a sua disposição todas as ferramentas necessárias para organizar um evento seja digital, físico ou híbrido.

E o melhor? Sempre com um suporte e time de atendimento experiente e pronto para te ajudar com todas as suas dúvidas.

Quer saber mais? Clique aqui e conheça, temos certeza de que não irá se arrepender!

Nos vemos no próximo artigo, até mais!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
euVou
euVou

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *