fbpx

Storytelling: o que é e como usar em seus eventos

storytelling-para-eventos

O storytelling vem crescendo como estratégia de marketing entre os organizadores de eventos que buscam a melhor opção para ter um evento de sucesso.

Mas para que este projeto se torne realidade, uma boa divulgação é um dos fatores primordiais para alcançar o nível de projeto desejado.

E buscando atingir este nível de projeto que muitos organizadores de eventos estão apostando em trazer a estratégia de storytelling.

Pois a diferença que esta estratégia pode causar no público-alvo, acarreta diretamente no sucesso do evento.

E é por isso que vamos explicar para você o que é, as vantagens, dicas e o passo a passo para criar um storytelling de sucesso.

Vamos lá!

O que é storytelling?

Como uma forma de comunicação muito antiga, o storytelling nada mais é do que compartilhar uma história com o objetivo de envolver o público através de uma narrativa bem estruturada.

Esta estratégia é muito utilizada no marketing em geral, pois com ela, cria-se o interesse do público de uma forma mais sutil e humanizada.

Com isso a imagem do projeto não é apenas comercial, mas também passa a ser mais emocional e envolvente para o consumidor.

Além do storytelling ser uma estratégia que envolve emocionalmente o público, ele também é bem flexível, podendo ser moldado de acordo com o perfil do consumidor que você queira atingir.

Pois, quem não gosta de ouvir uma boa história não é mesmo?

Vantagens em criar um storytelling para seu evento

Muitos organizadores de eventos tem dificuldade de se conectar com o público, e é através da divulgação que este fator fundamental pode ser conquistado.

Aliás, com uma divulgação que gere identificação e empatia, o projeto consegue mais interesse e atiça a curiosidade no potencial participante do evento.

Com isso as vantagens são mais voltadas à conversão de possíveis interessados e na criação de uma imagem positiva para o projeto que adota a estratégia de storytelling. Ocorrendo assim o crescimento nas vendas dos ingressos ou inscrições do seu evento!

Estas vantagens são aproveitadas até por grandes empresas, como por exemplo a Google que com uma divulgação anual do vídeo “Ano em pesquisa” conseguiu em 2016 que o vídeo ficasse entre os 700 anúncios com melhor pontuação de tecnologia testados.

A Google criou este storytelling através de dados levantados com as pesquisas mais frequentes na plataforma daquele ano, com isso conseguindo unir em um roteiro o que seu público estava a procura e a emoção do observador mostrando os momentos alegres e trágicos daquele ano.

Mas como é o processo de criação de um storytelling afinal de contas?

Bom, vamos responder esta pergunta logo abaixo com dicas imperdíveis para que você crie um storytelling de impacto.

Continue com a gente!

6 dicas para criar um bom storytelling para seus eventos

Para que a estratégia de storytelling consiga alcançar o potencial de conversão de vendas desejado, é necessário ter um objetivo e contexto sólido.

Mas não somente estas bases vão te dar a certeza de um bom storytelling, mas sim pensar também em alguns detalhes que podem fazer a diferença nesta estratégia de divulgação.

Por isso, separamos para você algumas dicas que não podem faltar na criação de um bom storytelling, que são:

  • Faça um brainstorming: que nada mais é do que colocar no papel todas as ideias que vem a sua cabeça e de sua equipe, para depois selecionar as que mais se encaixam com seu evento;
  • Use sua criatividade: para contar uma história marcante é preciso ter um diferencial a mais para que seu storytelling se destaque entre a concorrência, por isso aposte em trazer algo novo, um toque que transmita a identidade de seu projeto;
  • Estabeleça claramente o propósito, valores e missão do seu projeto;
  • Motive o interessado a entrar nesta experiência ao criar conteúdo que faça com que ele tema perder o seu evento;
  • Inclua narrativas históricas que tenham relação com o seu projeto;
  • Utilize as referências da cultura pop para relacioná-las ao seu evento caso esteja de acordo com seu público-alvo;
  • Desenvolva uma história que explique o motivo pelo qual o seu projeto é a solução é referência de mercado.

E seguindo estas dicas, você terá um storytelling de qualidade, fazendo com que seu evento fique marcado e tenha um diferencial de divulgação entre seus concorrentes.

5 passos para criar um storytelling impactante para seus eventos

O storytelling segue uma estrutura com três elementos importantes para a sustentação da narrativa que quer ser contada.

Estes três elementos são:

  • Método narrativo: onde são definidos o conceito dos caminhos para sustentação do conteúdo proposto;
  • Conteúdo da narração: para dar vida a técnica esta etapa leva ao organizador explorar e adicionar os conteúdos mais importantes sem desviar do assunto proposto;
  • Narrativa contínua: para uma história com consistência a fluidez cria experiências e momentos que ligam os participantes ao evento.

E com esta base estabelecida, está na hora de preencher com mais objetividade a história que você quer contar em seu projeto.

Então continue lendo este artigo para saber o passo a passo da criação de um storytellingimpactante para seus eventos!

storytelling-impactante-para-seus-eventos

#1 Pesquise e estude seu público-alvo

O conhecimento profundo do público que o projeto quer atingir com suas divulgações é essencial para dar o primeiro passo na organização e planejamento de qualquer estratégia.

Por isso, ao realizar pesquisas por meio das redes sociais, e entender quais são os perfis que seguem e engajam publicações do mesmo tema que será abordado em seu evento, vai te dar uma base concreta para que você organize o storytelling de acordo com o resultado da pesquisa.

E ao realizar este estudo, além de você entender o que o seu público busca em seu evento, também vai conseguir engajar mais o seu perfil de divulgação, podendo atingir mais interessados em seu projeto.

#2 Crie um briefing

O briefing é um ótimo meio para organização e resumir o seu projeto, ele contém as estratégias, o contexto, os detalhes dos próximos passos a serem seguidos e as soluções para alguns problemas que podem aparecer.

Este resumo deve ter o máximo de detalhamento possível, para melhor resultado, podendo conter algumas informações sobre:

  • A história da empresa: relatar o caminho percorrido da equipe, grupo ou empresa de eventos que irá realizar o projeto é importante para conhecer e concatenar ideias para um storytelling que tenha a essência da organização;
  • Os objetivos: o que pode ajudar os organizadores a visualizarem melhor a história que eles querem contar, é ter um objetivo claro ou meta que queiram atingir com o storytelling. Como por exemplo: vender um produto no evento, chamar mais pessoas a participarem, melhorar a imagem do projeto, entre outras.
  • Público-alvo: como dito anteriormente é importante conhecer o seu público para melhor prontidão na estratégia. Então neste tópico você colocaria os dados coletados das pesquisas e estudos feitos sobre o perfil que queira atingir;
  • Orçamento: ao contar com o storytelling você pode usufruir de ferramentas audiovisuais que vão te ajudar a contar a história desejada, por isso que definir um orçamento vai te dar mais segurança e organização para que o projeto não saia com prejuízos;
  • Prazos: importante detalhar quais são os tempos limites para a realização das tarefas, com isso você pode garantir bons preços e evitar dores de cabeça mais tarde.

É importante seguir esta etapa para equilibrar a estrutura do seu projeto e é através destas informações que um planejamento pode ser realizado com sucesso.

#3 Crie um roteiro

Por trás de uma boa história contada sempre tem um ótimo roteiro, e com a criação de um storytelling o conceito não é diferente.

Este passo não tem uma receita pronta para sua criação, mas existem alguns fatores que não podem faltar em seu roteiro como:

  • Mesma linguagem que seu público: para que a ligação entre seu storytelling e o público aconteça, é necessário que a história contada tenha a mesma linguagem que seu público utiliza, com isso a conexão e identificação com seu projeto fica mais fácil.
  • Fale das dores e necessidades de seu público: em um roteiro que gere empatia falar das dores reais dos que receberão a mensagem é essencial para criar um envolvimento emocional, elevando assim o nível de sua storytelling.

Importante ressaltar também que ao começar a criação do roteiro tenha certeza que você saiba responder algumas perguntas como:

  • Para quem a história será contada?
  • Qual história será contada?
  • Qual o objetivo desta história?
  • Quais ferramentas usar para o storytelling? Exemplo: redes sociais, blog, etc.
  • Como contar esta história?

Após responder estas perguntas o roteiro ficará mais humanizado e voltado especificamente para atingir o seu público com mais objetividade.

É necessário também que haja uma atenção especial na estrutura do roteiro que é composta pela introdução, conflito, clímax e desfecho, como explicaremos a seguir.

Introdução

Na introdução é recomendado que você seja breve e que atice a curiosidade do público para conhecer mais da sua história.

E como sendo o primeiro contato com o ouvinte, é a introdução que vai definir se seu storytelling terá a atenção do público ou não.

Considere já colocar o personagem e o contexto da história para que já de começo você crie empatia e conexão no observador.

Conflito

Após a finalização da introdução o storytelling deve logo apresentar o conflito, porque assim a curiosidade é despertada de quem está do outro lado.

Este conflito pode ser um problema simples do cotidiano, visando as dores e necessidades de seu público-alvo.

E ao apresentar os problemas que o personagem da sua história vai enfrentar, você pode adicionar em seu enredo o lado humano dele diante dos desafios, como exemplo ele ter medo de enfrentar e se recusar a resolver o obstáculo apresentado.

Isso tudo vai gerar a identificação com o público que com certeza irá estar mais esperançoso para um desfecho positivo da história.

Desfecho

E para fechar com chave de ouro é apresentado, ao observador, como o protagonista resolveu e superou aquele problema explicado mais acima.

Além de demonstrar como a vida deste personagem mudou com as escolhas realizadas por ele mesmo, é nesta hora que você deve fazer a conexão com a ideia de que para resolver os problemas do ouvinte o seu projeto é a solução.

#4 Compartilhe sua história

E para o último passo, que é tão importante quanto os outros, é realizado a estratégia para o compartilhamento deste storytelling, que é o que vai resultar na quantidade de pessoas atingidas pela sua história.

Por isso é importante que você escolha a plataforma correta para que todo o seu trabalho na criação do storytelling não tenha sido em vão.

Com isso invista em meios de divulgação e plataformas onlines seguras que te ofereçam as ferramentas necessárias para que seu evento seja conhecido pelo maior número de pessoas possíveis.

Para finalizar…

Com este artigo você aprendeu o que é, as vantagens, a estrutura e algumas dicas para a criação de um storytelling de impacto.

Então agora está na hora de colocar todas as ideias no papel e escolher a plataforma ideal para que seu storytelling seja devidamente aproveitado.

E é por isso que você precisa checar a plataforma da euVou.digital, que oferece tudo do que você precisa para realizar eventos onlines de sucesso!

Clique agora mesmo para conhecer! Temos certeza de que vai se apaixonar.

Também queremos saber o que achou do artigo. Então deixe sua opinião, dúvida ou questionamento nos comentários que teremos o maior prazer do mundo em te responder.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
euVou
euVou

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[e-book + checklist] Plano de Marketing para Eventos Online